segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Intensidade


"Não se morre de intensidade.
Morre-se, ao contrário, pelo embrutecimento.
Deve ser por isso que hoje a medida das coisas muitas vezes me escapa.
Quando a gente perde a delicadeza de se deixar mobilizar
pelo entorno e recupera isso depois,
o valor dos sentimentos se eleva. E pega-se gosto na brincadeira — já que não mata,
quero despencar em vertigem de dor até o fundo do poço,
e quero subir gargalhando até o infinito supremo,
e quero me largar nesse amor feito uma canoa no mar, e quero e quero e quero mais.
O sentimento intenso te bota no presente com a força de um soco cósmico.
É o nirvana, o samadhi, um estado sublime que arranca a gente
do todo pra jogar lá dentro do ser…”


Maitê Proença

Um comentário:

  1. wonderful site you have got, congratulation for your good job. Could you exchange link with my site? it is new, do hope you do not mind to exchange link
    Here's mine
    http://khdoc.blogspot.com/

    http://khmergay.nibblebit.com/
    http://amangay.blogspot.com/
    cheer,

    Khdoc news

    ResponderExcluir

Que minha simplicidade, deixe o rastro da luxúria de minha alma.O mais,é nada.

(Deixe o teu rastro aqui, que seja luxurioso)

Obrigada pela doce visita.

Masked